Farmacêutica multinacional quer aprovação emergencial da vacina contra o coronavírus

A farmacêutica Pfizer deve pedir a aprovação do uso emergencial da vacina contra o coronavírus até o fim de novembro. A vacina, que está na última fase de testes, deve ter o resultado final divulgado em meados do próximo mês. Se os testes forem bem-sucedidos, os Estados Unidos podem ter duas vacinas disponíveis até o fim do ano. Nesta edição do Boletim JR 24 Horas, veja também: Inflação cai em outubro, mas acumulado do ano soma alta de quase 18%.