CPI da Covid

Boletim JR 24H Governo do Amazonas não comprou oxigênio para suprir a demanda

Governo do Amazonas não comprou oxigênio para suprir a demanda

Marcellus Campêllo, ex-secretário de Saúde do estado, prestou depoimento à CPI da Pandemia nesta terça-feira (15)

Em depoimento à CPI da Pandemia, o ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, reconheceu que o governo do estado não comprou oxigênio para suprir a demanda, nem mesmo depois da crise. Campêlo afirmou que foram abertos processos de compra de usinas de oxigênio, mas eles não foram concluídos. O ex-secretário também disse que foi alertado sobre a falta de oxigênio no dia 7 de janeiro, mas a declaração foi rebatida pelo Senador do Amazonas, Eduardo Braga, que mostrou documentos comprovando que a empresa White Martins havia alertado o estado em julho do ano passado. Veja também nesta edição do Boletim JR 24H: Conta de luz vai subir 20% sobre a bandeira vermelha.

Últimas