Boletim JR 24H Perito do IML confirma que Henry Borel morreu por rompimento do fígado

Perito do IML confirma que Henry Borel morreu por rompimento do fígado

O laudo do IML apontou uma série de lesões internas como causa da morte do menino, em março do ano passado

Testemunhas são ouvidas em audiência do caso Henry Borel, no Rio de Janeiro. Os advogados convocaram um perito e o legista do IML que assinou o laudo de necropsia. Jairinho, que está preso, acompanhou por videoconferência. A defesa contesta o laudo da morte, foi apresentado um raio-x que comprovaria que manobras de ressuscitação feitas por médicos podem ter provocado as lesões na criança. O laudo do IML apontou uma série de lesões internas como causa da morte do menino, em março do ano passado.

Veja também nesta edição do Boletim JR 24 Horas: Em São Paulo, motoristas e cobradores de ônibus prometem greve para a próxima segunda-feira (6).

Últimas