Boletim JR 24H Polícia Federal vai investigar incêndio que destruiu parte do acervo da Cinemateca

Polícia Federal vai investigar incêndio que destruiu parte do acervo da Cinemateca

Equipe terceirizada realizava manutenção de ar condicionado quando o fogo começou

O incêndio que atingiu o acervo da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, teria começado no ar condicionado. No galpão atingido pelo fogo, eram guardados materiais antigos do Canal 100, Cine Jornal Esportivo, criado na década de 1950. Uma equipe terceirizada fazia a manutenção dos equipamentos quando o fogo começou. Na semana passada, o Ministério Público alertou o governo federal sobre o risco de incêndio. Agora, a Polícia Federal vai investigar o caso.

Veja também nesta edição exclusiva do Boletim JR 24H: Temperatura chegou a - 9ºC na Serra Catarinense.

Últimas