Boletim JR 24H Presidente da Fiesp é destituído do cargo horas depois de receber Alckmin para evento na sede da entidade

Presidente da Fiesp é destituído do cargo horas depois de receber Alckmin para evento na sede da entidade

A assembleia extraordinária aconteceu depois de pedidos dos sindicatos por explicações da gestão de Josué Gomes

No mesmo dia em que Alckmin esteve na FIESP, o presidente da federação, Josué Gomes, foi destituído do cargo. A decisão foi tomada por sindicatos patronais que integram a FIESP. A assembleia extraordinária aconteceu depois de pedidos dos sindicatos por explicações da gestão de Josué Gomes, como o número de entrevistas para falar da indústria e visitas ao Congresso para a defender o setor. Os representantes não ficaram satisfeitos com as respostas. O presidente e os aliados dele então deixaram a reunião e não estavam presentes quando foi decidida a destituição por 47 votos a favor, um contra e duas abstenções. Interlocutores de Josué afirmam que a decisão não tem. Veja também nesta edição do Boletim JR 24h: México proíbe cigarro em todos os lugares públicos do país.

Últimas