Supremo limita liberação de presos durante a pandemia

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, mudou o protocolo de medidas para evitar o coronavírus nas penitenciárias do país. O ministro manteve a concessão de prisão domiciliar e semiaberto para presos do grupo de risco, mas proibiu para condenados por corrupção, organização criminosa, lavagem de dinheiro e violência doméstica. Veja também nesta edição: Denúncias contra Sérgio Cabral são arquivadas no STF.