Tiro que matou Ághata Felix partiu de fuzil de policial

Um laudo do Instituto de Criminalística entregue à Policia Civil do Rio de Janeiro confirmou que o tiro que matou a menina Ághata Felix, de oito anos, no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, partiu do fuzil de um policial que tentava deter dois suspeitos. O tiro primeiro atingiu um poste e estilhaços acertaram Ágatha, que estava com a mãe em uma kombi.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.