JR na TV Jornal da Record aborda o fenômeno das fake news em bate-papo no Clubhouse 

Jornal da Record aborda o fenômeno das fake news em bate-papo no Clubhouse 

Os jornalistas Clébio Cavagnolle, Leandro Stoliar, Marc Souza e Raphael Hakime discutiram o papel do jornalismo para combater a disseminação de notícias falsas na última quinta (1º)

Jornalistas abordam fake news no bate-papo por áudio

Jornalistas abordam fake news no bate-papo por áudio

Record TV

O Jornal da Record reuniu nesta quinta-feira (1º) os jornalistas da Record TV Clébio Cavagnolle, Leandro Stoliar, Marc Souza, e o editor-chefe do Portal R7, Raphael Hakime, em mais um bate-papo na rede social de áudio Clubhouse. Os comunicadores abordaram o fenômeno das fake news, que parecem com notícias, mas escondem mentiras e falsas teorias, além de serem muito compartilhadas em redes sociais e grupos de mensagens. 

Para o editor-chefe do Portal R7, Raphael Hakime, o processo de checagem das notícias precisa ser muito minucioso para que uma notícia falsa não seja publicada. Ele relembrou um vídeo que chegou aos jornalistas do portal, e que não foi divulgado, de um suposto caso de tortura em Minas Gerais. Mas, após uma investigação cuidadosa, a equipe descobriu que as imagens eram antigas e aconteceram na Índia.

O repórter Clébio Cavagnolle, que faz a cobertura política em Brasília, concorda com a necessidade do jornalista ser zeloso ao apurar uma notícia e acredita que citar a origem das informações e buscar fontes de credibilidade são algumas das armas que podem auxiliar a combater as fake news.

Ele acredita que o fenômeno das notícias falsas fez com que a imprensa ficasse ainda mais cuidadosa e detalhista. E tal zelo é necessário já que o problema das fake news não é apenas a desinformação. Cavagnolle lembrou do caso de uma mulher confundida com uma sequestradora de crianças e que foi espancada após a informação mentirosa.

Durante a conversa, o repórter Marc Souza, que atua em Curitiba (PR), relembrou da primeira notícia falsa que precisou desmentir: a morte do doleiro Alberto Youssef, um dos investigados pela Operação Lava Jato.

O jornalista também reforçou o outro lado da apuração: uma notícia que parece falsa, mas após a checagem revela-se verdadeira. Como foi o caso do “capacete respiratório” para tratar pacientes de covid-19. Segundo ele, a informação chegou de uma maneira não muito confiável, mas após investigação, conseguiram comprovar a veracidade dos dados.

O mediador do bate-papo, o repórter Leandro Stoliar, pontuou, ainda, que a polarização presente no país ajuda na disseminação das fake news, uma vez que as pessoas acreditam no que querem para poder corroborar uma história. 

O Clubhouse é baseado em bate-papos de áudio e, por enquanto, só funciona em aparelhos com o sistema operacional iOS. Nas salas de conversa sobre os mais variados temas, é possível se aprofundar em assuntos diversos e ouvir notícias. O Jornal da Record, reforçando sua presença e atuação em todas as plataformas da internet, promove encontros todas as quintas-feiras, contribuindo nas discussões com sua expertise em trazer notícias, análises e uma visão apurada dos fatos, sempre com a curadoria do jornalismo da Record TV.

Últimas