Séries Aprisionadas: brasileira enganada por homem iraniano quase foi vítima do tráfico internacional de órgãos

Aprisionadas: brasileira enganada por homem iraniano quase foi vítima do tráfico internacional de órgãos

De maneira pioneira, episódio da série especial do Jornal da Record será retratada por meio de animação

O tráfico de órgãos é um crime complexo, envolve máfias, médicos especializados e cirurgias sofisticadas. A Organização Mundial da Saúde estima que, em média, 10 mil operações ilegais são realizadas todos os anos, e por muito pouco, uma brasileira, que se apaixonou virtualmente por um iraniano, não se tornou parte dessa estatística. O episódio da série especial desta terça-feira (11), será contada de uma forma inovadora. O jornalista e ilustrador Alexandre De Maio retratou, através dos quadrinhos, tudo o que a vítima narrou à repórter Thais Furlan.

Últimas