Ações sociais ajudam idosos que sofrem com a solidão e o abandono na pandemia

Os idosos são os mais vulneráveis ao coronavírus. Além de sofrerem com o risco da doença, em muitos casos eles também enfrentam a solidão e o abandono, uma situação que se intensificou com o isolamento exigido pela pandemia. Nesse cenário, ações sociais oferecem amparo à camada mais experiente da sociedade. É o caso do trabalho do grupo Calebe, da Igreja Universal. Veja!