JR na TV Augusto Nunes: Lázaro escancarou durante 20 dias as deficiências da segurança pública

Augusto Nunes: Lázaro escancarou durante 20 dias as deficiências da segurança pública

"O Brasil não pode mostrar-se tão frágil em duelos travados com feras solitárias", opina o jornalista

Da primeira prisão em 2007, na Bahia, à perseguição que parou o país nas últimas semanas, a trajetória do criminoso Lázaro Barbosa, entre delinquências e fugas, mostra um sistema processual e penitenciário a caminho da falência, opina Augusto Nunes. O comentarista ressalta ainda que, após a chacina contra uma família em Ceilândia (DF), em que foram mobilizados mais de 1.200 policiais para as buscas ao homicida, o caso Lázaro evidenciou que o serviço de inteligência sofre de carências elementares. "O Brasil não pode mostrar-se tão frágil em duelos travados com feras solitárias. Há inimigos e organizações bandidas muito mais poderosas a enfrentar", finaliza. Assista ao comentário.

Últimas