Bancos públicos podem ter sido usados para silenciar empresário sobre morte de Celso Daniel

O Ministério Público de São Paulo suspeita que bancos públicos poderiam ter sido usados para financiar a compra do silêncio do empresário Ronan Maria Pinto sobre a morte do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel. Caixa e Banco do Brasil aumentaram seus gastos com publicidade no jornal que pertence ao suspeito durante o 1º mandato de Lula na presidência da República.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.