Câmara pede que STF anule operações em gabinetes de parlamentares

A Câmara dos Deputados pediu ao STF que anule operações de busca e apreensão em gabinetes de parlamentares. As operações foram realizadas no mês de julho nos gabinetes de Rejane Dias, do PT do Piauí, e de Paulinho da Força, do Solidariedade de São Paulo. A Câmara pretende impedir que juízes de primeira instância determinem operações dentro do Congresso, pois acredita que apenas o Supremo pode autorizar esse tipo de medida.