JR na TV Com escolas fechadas, fábricas de uniformes enfrentam crise e demitem funcionários

Com escolas fechadas, fábricas de uniformes enfrentam crise e demitem funcionários

Numa fábrica de São Paulo, antes da pandemia eram produzidas até 400 peças de roupas por dia. Agora, não passam de 20

As restrições que mantiveram as escolas fechadas durante a maior parte do tempo desde o início da pandemia tiveram forte impacto sobre a cadeia produtiva dos uniformes escolares. Numa fábrica de São Paulo, antes da pandemia eram produzidas até 400 peças de roupas por dia. Agora, não passam de 20. O resultado é a demissão de funcionários. A Associação Brasileira da Indústria do Vestuário, que inclui outros segmentos além dos uniformes, estima que, em todo o país, 200 mil trabalhadores já tenham sido demitidos.

Últimas