JR na TV Consórcio que representa estados do Nordeste sofre calote de R$ 48 milhões na compra de respiradores

Consórcio que representa estados do Nordeste sofre calote de R$ 48 milhões na compra de respiradores

Os respiradores viriam da China e seriam distribuídos a todo o Nordeste, em especial à Bahia. A maioria dos contratos foi assinada em abril, mas a empresa responsável descumpriu todos os prazos. Porque, de fato, não existia nenhum contrato com a indústria chinesa para importação dos aparelhos. A fraude foi descoberta depois de uma denúncia do "Consórcio Nordeste" que tentou adquirir 300 respiradores para auxiliar no combate ao coronavírus. O grupo é investigado por estelionato, pela venda fraudulenta de equipamentos para unidades de saúde e até hospitais de campanha. A polícia prendeu 3 pessoas. 

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.

Últimas