Coronavírus nas prisões: mais de 14 mil detentos são contaminados

A propagação do coronavirus em presídios brasileiros chamou a atenção do Conselho Nacional de Justiça. No Rio Grande do Sul, uma cadeia foi interditada por falta de espaço para isolar doentes e ao registrar transmissão comunitária. No Brasil, 14 mil presos foram contaminados e 150 morreram. Somente entre março e abril deste ano, 35 mil detentos receberam o direito de migrar para o regime de prisão domiciliar.