JR na TV Corregedoria da PM admite que cobrador de ônibus está preso injustamente

Corregedoria da PM admite que cobrador de ônibus está preso injustamente

O caso foi revelado no sábado (5) pelo Jornal da Record. Um cobrador de ônibus de 53 anos saiu de casa para ir ao mercado. Perto da entrada do estabelecimento, foi atingido por um tiro, disparado por PMs que vinham na direção contrária. Os policiais perseguiam assaltantes em fuga. Quando o cobrador estava caído no chão, o PM, em vez de socorrê-lo, o prendeu como se ele fosse um integrante da quadrilha. O homem está em um centro de detenção provisória de São Paulo há quase um mês por um crime do qual, na verdade, ele foi vítima. Nesta terça (8), a Corregedoria afastou os policiais envolvidos na ação.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.