CPI da Covid

JR na TV CPI: advogada de médicos acusa diretoria da Prevent Senior pelo uso do 'kit covid'

CPI: advogada de médicos acusa diretoria da Prevent Senior pelo uso do 'kit covid'

Bruna Morato disse ainda que era comum a empresa mudar a causa da morte de um paciente que teve coronavírus

A CPI da Pandemia ouviu nesta terça (28) a advogada Bruna Morato, que representa médicos da rede Prevent Senior. Segundo Bruna, os médicos da operadora de saúde não tinham autonomia para prescrever medicamentos para pacientes com covid. Era a diretoria da empresa que determinava kits padronizados com oito medicamentos para cada paciente. Bruna Morato disse ainda que era comum a empresa mudar a causa da morte de um paciente que teve covid. Em outra parte do depoimento, a advogada afirmou que a Prevent Senior trabalhava com um grupo de médicos e que estes, por sua vez, agiam em coordenação com o Ministério da Economia. O objetivo da aliança seria "conceder esperança para que as pessoas saíssem às ruas". Para isso, deveria ser incentivado o uso da hidroxicloroquina.

Últimas