JR na TV De volta ao poder, Talibã queimou livros e proibiu mulheres de estudar quando governou o Afeganistão

De volta ao poder, Talibã queimou livros e proibiu mulheres de estudar quando governou o Afeganistão

Para o povo afegão e para o mundo, a pergunta que fica agora é se o grupo vai repetir as mesmas práticas do passado ou se adotará um regime mais moderado

O grupo fundamentalista islâmico Talibã retomou o poder no Afeganistão exatamente 20 anos depois de ser derrubado pelos Estados Unidos. Com medo do regime extremista, conhecido pela violência e apoio ao terrorismo, milhares de afegãos tentaram deixar o país de forma desesperada. O Talibã se formou a partir de escolas onde se estuda uma versão fundamentalista do Alcorão, originária da Arábia Saudita. Quando governou o Afeganistão, reconhecido por apenas três países, o Talibã queimou livros, destruiu estátuas e proibiu as mulheres de estudar. Para o povo afegão e para o mundo, a pergunta que fica agora é se o grupo vai repetir as mesmas práticas do passado ou se adotará um regime mais moderado.

Últimas