JR na TV Decreto do governador de Pernambuco é acusado de ferir a liberdade religiosa

Decreto do governador de Pernambuco é acusado de ferir a liberdade religiosa

Serão exigidos comprovantes de vacinação ou testes de covid para missas e cultos

Em Pernambuco, um decreto do governador, na prática, impede fiéis de frequentarem cerimônias religiosas. Serão exigidos comprovantes de vacinação ou testes de covid. Missas e cultos devem acontecer com restrições de horários e capacidade. Não se levou em consideração que ainda não existem vacinas para todos, nem que os limites de horário acabam atrapalhando o atendimento a um número maior de pessoas. Especialistas ouvidos pelo Jornal da Record consideram o decreto inconstitucional.

Últimas