Defesa de Fabrício Queiroz negocia delação premiada com MP do Rio de Janeiro

O ex-assessor teria pedido proteção à mulher e às filhas, em troca de informações sobre as operações financeiras suspeitas na Assembleia Legislativa do Rio, quando ele era assessor do então deputado Flávio Bolsonaro. A mulher de Queiroz, Márcia Aguiar, está foragida e as duas filhas são citadas no processo. Para a delação, os promotores querem ter a garantia de que Queiroz apresente informações novas, diferentes das que o MP já conseguiu durante as investigações.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda esta versão que é exclusiva para o digital.