Delegado baleado pela namorada reclama do desaparecimento de joias e de dinheiro do apartamento dele

No depoimento, o delegado contou que foi ele quem tirou o carregador da arma depois que a modelo disparou no próprio peito. Bilynskyj tentou se justificar e disse que fez isso porque achou que o tiro havia atingido Priscila só de raspão e que ficou com receio dela pegar a arma novamente. Na versão do delegado, isso explicaria o sangue dele na arma depois da briga. Na delegacia, Bilynskyj aproveitou para se queixar do sumiço de parte de R$ 50 mil em espécie e joias de ouro que estavam guardados no apartamento dele até o dia do ocorrido. O delegado não fez boletim de ocorrência  para registrar o furto.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda esta versão que é exclusiva para o digital.