Delegado que diz ter sido baleado pela namorada no ABC Paulista vai passar por mais duas cirurgias

As investigações para esclarecer o que, de fato, aconteceu entre o delegado Paulo Bilynsk e a namorada, a modelo Priscila delgado, continuam. A versão de Paulo é que Priscila tentou matá-lo por ciúmes, após ver uma mensagem de outra mulher no celular dele. E depois cometeu suicídio atirando contra o próprio peito. O exame residuográfico testou positivo pra presença de pólvora nas mãos de Priscila. A perícia ainda deve coletar o material de Paulo.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.