Dia do trabalho é marcado por protestos em todo o mundo

Nos EUA, houve uma carreata na Times Square, em Nova York. No país, o mais afetado pela doença, foram feitos mais de 30 milhões de pedidos de auxílio desemprego desde de março. Em Berlim, na Alemanha, centenas de manifestantes se reuniram. O governo do país permitiu protestos, mas as regras de isolamento social deveriam ser seguidas. O que não aconteceu.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.