JR na TV Diretora da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades se cala na CPI da Pandemia

Diretora da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades se cala na CPI da Pandemia

Depoimento foi adiado para esta quarta-feira (14) 

Munida de um habeas corpus concedido pelo presidente do STF, Luiz Fux, Emanuela Medrades permaneceu calada durante o depoimento na CPI da Pandemia. Ela se recusou até a responder qual sua função na Precisa Medicamentos, empresa que intermediava a venda de vacinas Covaxin entre o Ministério da Saúde e o laboratório Barath Biotech. No fim do dia, Fux determinou que Emanuela não precisa responder as perguntas que possam incriminá-la, mas que a CPI tem poder para avaliar se ela está abusando desse direito e, nesse caso, tomar providências legais cabíveis.

Últimas