CPI da Covid

JR na TV Documentos mostram que mais servidores questionaram a compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde

Documentos mostram que mais servidores questionaram a compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde

Além de Luis Ricardo Miranda, outros servidores de carreira questionaram o contrato com a Precisa Medicamentos

De acordo com os documentos analisados pelos senadores da CPI da Pandemia, agora em recesso, outros servidores de carreira, além de Luis Ricardo Miranda, questionavam o contrato do Ministério da Saúde com a Precisa Medicamentos para a aquisição da vacina indiana Covaxin. Em 28 de maio, por e-mail, a chefe da Diretoria de Integridade do ministério perguntou a um servidor da Secretaria de Vigilância Sanitária se era mesmo necessária a compra, principalmente por causa do prazo e pelo preço. Em outro momento, a Diretoria de Integridade afirmou que foi verificado que uma das sócias da empresa Global, dona da Precisa Medicamentos, estava inadimplente com o ministério.

Últimas