JR na TV Dois funcionários de clínica de reabilitação são presos após morte de paciente em SP

Dois funcionários de clínica de reabilitação são presos após morte de paciente em SP

Para os familiares, dependente químico foi espancado até a morte

Luan tinha 33 anos, trabalhava como pintor e era dependente químico há oito anos. A família o internou em uma clínica de reabilitação na esperança de vê-lo curado, mas agora chora uma morte que ainda precisa ser esclarecida. Para os familiares, Luan foi espancado até a morte. A clínica nega, mas já apresentou mais de uma versão para o que aconteceu. Dois funcionários foram presos. A polícia afirma que o local funciona de maneira irregular.

Últimas