JR na TV Enfermeiro perde guarda do filho apenas por exercer sua profissão

Enfermeiro perde guarda do filho apenas por exercer sua profissão

Além de impedir as visitas do pai, os avós pediram na justiça a guarda definitiva do menino

Um enfermeiro de São Paulo teve que brigar na justiça para manter a guarda do filho, afastado dele pelo fato de exercer a profissão. O adolescente, que é especial, foi mandado para a casa dos avós maternos para passar uns meses, enquanto dedicava mais tempo ao trabalho.  Além de impedir as visitas do pai, os avós pediram na justiça a guarda definitiva do menino. Eles conseguiram uma liminar sob a alegação de que, por causa da profissão de enfermeiro, ele representava riscos à saúde do filho. Na última decisão, o juiz entendeu que a profissão do pai não é um motivo para a perda da guarda, e negou o pedido dos avós.

Últimas