Engenheiro é solto após passar 16 dias preso por crime que não cometeu   

Um homem ficou detido durante 16 dias após ser responsabilizado por um crime que ele não cometeu. Daniel dos Santos foi confundido com o autor de um assalto, mas foi solto nesta sexta-feira (17). O criminoso clonou a carteira de habilitação do engenheiro. O assalto aconteceu no Piauí enquanto Daniel estava a mais de dois mil quilômetros do local.