JR na TV Estudo mostra que um quarto dos intubados com covid morreu até seis meses depois da alta

Estudo mostra que um quarto dos intubados com covid morreu até seis meses depois da alta

Pesquisas no Brasil e no mundo mostram as sequelas que o coronavírus deixa mesmo após a recuperação

Vários estudos pelo mundo têm buscado descobrir a longevidade dos efeitos da covid-19 no corpo de pacientes que se recuperam da doença. Um desses estudos, que ainda não foi publicado, acompanhou 1.500 pacientes de todo o Brasil. Dos que foram intubados, 40% tiveram que ser reinternados no prazo de seis meses e 24% morreram. Já uma pesquisa do Hospital das Clínicas mostra que 89% dos pacientes que estiveram internados relataram algum sintoma entre 6 a 9 meses depois de deixar o hospital.

Últimas