JR na TV Exército decide não punir Pazuello por participar de ato com Bolsonaro

Exército decide não punir Pazuello por participar de ato com Bolsonaro

Já a CPI da Pandemia quer esclarecer o dia em que o ex-ministro foi avisado sobre o colapso do oxigênio em Manaus 

A ação contra o general Eduardo Pazuello havia sido instalada porque militares da ativa não podem participar de atos políticos. Mas o Exército, em nota, disse que não foi caracterizada a prática de transgressão disciplinar. O ex-ministro da Saúde é um dos alvos da CPI da Pandemia. A comissão quer esclarecer o dia em que ele foi avisado sobre o colapso do oxigênio em Manaus (AM). Houve contradição entre o depoimento dele e o documento do próprio ministério.

Últimas