JR na TV Falsa enfermeira responsável por vacinação clandestina em BH pretendia enganar mil pessoas

Falsa enfermeira responsável por vacinação clandestina em BH pretendia enganar mil pessoas

Mensagens revelariam intenção de vender até mil doses para comprador não identificado

A falsa enfermeira flagrada em uma vacinação clandestina em Belo Horizonte (MG) tinha um esquema que pretendia aplicar até mil doses de suposta vacina contra a covid-19, segundo a Polícia Federal ao analisar trocas de mensagens. Os celulares apreendidos com Cláudia Torres e os parentes dela continham mensagens que revelariam a intensão do grupo de vender entre 500 e mil doses para um comprador não identificado. O lucro da operação clandestina chegaria a R$ 600 mil.

Últimas