Família denuncia que corpo de idoso morto em hospital foi trocado pelo de outra pessoa

Quando a filha do homem de 70 anos, que morreu em um hospital de campanha de Goiânia, foi reconhecer o pai, levou um susto. Ele foi enterrado por outra família. Agora, a família aguarda a Justiça autorizar a exumação do corpo para poder fazer o sepultamento. Além da dor da dor da perda, é preciso ainda lidar com a revolta pelo erro cometido.