JR na TV Feminicídios crescem e medidas protetivas diminuem no período de pandemia

Feminicídios crescem e medidas protetivas diminuem no período de pandemia

Em São Paulo, mais três mulheres foram vítimas de feminicídio. Ângela da Luz, Liliane Santos e Caroline Brazil foram assassinadas por homens. Pesquisas periódicas feitas pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontam que, durante a pandemia, os feminicídios cresceram 2,2% no país. Ao mesmo tempo, houve redução na concessão de medidas protetivas às vítimas de violência doméstica.

Últimas