Fim da desoneração pode afetar 5 milhões de postos de trabalho no setor de transportes

A desoneração é um benefício que foi aprovado em 2011, e, hoje, ameniza a tributação em 17 setores da economia. Empresas podem optar por recolher 20% de contribuição previdenciária, sobre a folha de pagamento, ou pagar entre 1% e 4,5% da receita. Programada para terminar em dezembro deste ano, o Congresso prorrogou por mais um ano o benefício. Mas, Jair Bolsonaro optou por vetar a prorrogação. Só no setor de transportes, 5 milhões de postos de trabalho podem ser afetados se a desoneração não for estendida.