JR na TV Funcionários de loja acusam chefes de tortura na Bahia

Funcionários de loja acusam chefes de tortura na Bahia

Um dos jovens teve as mãos queimadas com um ferro quente; o outro foi agredido com golpes de palmatória

William de Jesus, de 24 anos, teve as mãos queimadas com ferro quente. O número 171 foi marcado como referência ao crime de estelionato. Marcos Silva, de 21 anos, levou pancadas nas mãos com um pedaço de madeira. Os acusados da tortura são o dono e o gerente de uma loja em Salvador. Eles dizem que as vítimas furtaram R$ 30. O Ministério Público do Trabalho abriu um inquérito para investigar o caso.

Últimas