Gigantes da tecnologia são acusadas de cumplicidade na morte de crianças que trabalham em minas de cobalto

Os menores forçados a trabalhar em minas de cobalto na África recebem menos de R$ 7 por dia e muitos morrem por exaustão. As empresas Apple, Alphabet, que pertence ao Google, Microsoft, Tesla e Dell usam o metal na fabricação de seus produtos. Uma ONG resolveu processá-las na justiça dos EUA, em nome de 14 famílias congolesas.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.