JR na TV Jovem ganha liberdade após ficar 37 dias preso injustamente em São Paulo

Jovem ganha liberdade após ficar 37 dias preso injustamente em São Paulo

Rapaz só foi solto depois que o pai dele foi atrás de provas de que ele era inocente

Um jovem que foi preso, acusado de um crime que não cometeu, tem como prova contra ele apenas o reconhecimento da vítima. No início do ano, um médico sofreu um sequestro relâmpago, na zona sul de São Paulo. Ele foi abordado por dois homens armados e levado no próprio carro pelos criminosos. No caminho, um terceiro homem apareceu, eles obrigaram o médico a sacar dinheiro. A vítima foi solta e os assaltantes fugiram com o carro. A família de Lennon, o jovem preso injustamente, precisou ir atrás de provas para mostrar a inocência do rapaz. Depois de muita luta, o alvará de soltura só foi expedido depois que o pai dele foi atrás de imagens de câmeras de segurança que revelam que, enquanto o carro ainda estava em poder dos criminosos, dois jovens, amigos de Lennon, eram abordados por policiais militares na rua.

Últimas