JR na TV Justiça do RJ aceita denúncia do MP e decreta prisão preventiva de casal acusado de matar Henry Borel

Justiça do RJ aceita denúncia do MP e decreta prisão preventiva de casal acusado de matar Henry Borel

Doutor Jairinho e Monique Medeiros foram denunciados por homicídio triplamente qualificado, entre outros crimes.

A Justiça do Rio de Janeiro aceirou a denúncia do Ministério Público e decretou a prisão preventiva do casal acusado de matar o menino Henry Borel, de quatro anos. O vereador Doutor Jairinho e a namorada, Monique Medeiros, mãe da criança, foram denunciados por, entre outros crimes, homicídio triplamente qualificado e tortura. O casal estava em prisão temporária desde 8 de abril, mas agora, com a conversão em prisão preventiva, vai ficar presos por prazo indeterminado. A defesa de Monique considerou a medida desencerraria, já os advogados de Jairinho não se pronunciaram.

Últimas