Justiça mantém prisão de procurador que atacou juíza com faca em São Paulo

Matheus Carneiro Assunção, procurador da Fazenda, ficará detido preventivamente na ala psiquiátrica do presídio de Taubaté, no interior de São Paulo. Ele foi preso na quinta-feira (3) em flagrante por tentativa de homicídio qualificado contra a juíza federal Louise Filgueiras, na sede do Tribunal Regional Federal. A magistrada foi ferida sem gravidade na altura do pescoço. Durante audiência de custódia, Matheus afirmou ter dependência alcoólica e aparentou transtornos mentais.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.