JR na TV Mãe e madrasta são indiciadas pela morte do menino Miguel, no Rio Grande do Sul

Mãe e madrasta são indiciadas pela morte do menino Miguel, no Rio Grande do Sul

Segundo o delegado que cuida do caso, há provas suficientes contra a mãe e a companheira, mesmo com as investigações em andamento

As buscas pelo menino Miguel, no Rio Grande do Sul, já duram 12 dias. Yasmin Vaz dos Santos, mãe de Miguel, e Bruna Nathiele Porto da Rosa vão responder pelos crimes de tortura, homicídio duplamente qualificado mediante meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima e ocultação de cadáver. De acordo com a polícia, a mãe teria medicado o menino e depois jogado o corpo dele no rio Tramandaí, no litoral norte do estado.

Últimas