Ministério da Saúde promete 23 milhões de testes rápidos para o coronavírus

A epidemia apresenta crescimento dos casos em todo o Brasil. É o que os técnicos chamam de "espiral ascendente", repetindo o histórico de outros países. Este cenário fez o Ministério da Saúde mudar de estratégia para a conter surtos, principalmente em cidades com mais de 500 mil habitantes. E o governo se prepara para disponibilizar quase 23 milhões de testes rápidos até 30 de março. Este tipo de teste será aplicado para garantir a segurança de médicos e agentes de saúde.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.