MP investiga salários acima do teto nas universidades estaduais de SP

Na USP, Unicamp e Unesp, mais de 4 mil servidores ganham acima do teto do funcionalismo público estadual. Mais da metade são aposentados. A diferença pelo pagamento dos "supersalários" custa aos cofres públicos, em média, R$ 200 milhões por ano.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.