JR na TV No Rio Grande do Sul, supermercados não podem vender itens considerados não essenciais

No Rio Grande do Sul, supermercados não podem vender itens considerados não essenciais

No estado, a ocupação dos leitos de UTI para a covid-19 está acima dos 100%

Pela primeira vez dede o início da pandemia, os supermercados foram proibidos de vender produtos não essenciais, como eletrodomésticos. A regra tem o objetivo de reduzir a circulação de pessoas nos locais que estão autorizados a funcionar e vale até o dia 21 de março. No Rio Grande do Sul, a ocupação dos leitos de UTI para a covid-19 está acima dos 100%.

Últimas