JR na TV Operação mira organizações sociais suspeitas de desviar recursos para creches em São Paulo

Operação mira organizações sociais suspeitas de desviar recursos para creches em São Paulo

Desvio de dinheiro público pode ter passado de 14 milhões de reais

Uma operação conjunta entre a Receita e a Polícia Federal atingiu organizações sociais suspeitas de desviar verbas da Prefeitura de São Paulo destinadas à educação. O suposto esquema de sonegação de impostos e superfaturamento envolvia 570 creches, que a Prefeitura de São Paulo contratou através de 36 organizações sociais. Elas não podem dar lucro a seus dirigentes, mas segundo a Polícia Federal, os sócios de cinco escritórios de contabilidade montaram o esquema, criaram as organizações e colocaram parentes e empregados para dirigir as creches. De acordo com a acusação, 1.119 prestações de conta apresentadas à prefeitura de Pão Paulo continham documentos falsos. O desvio de dinheiro público apurado teria sido de mais de 14 milhões de reais.

Últimas