Pai de menino que perdeu o braço após mordida de tigre é condenado pela justiça

Em agosto de 2014 o menino Vrajamani Rocha, na época com 11 anos, teve o braço arrancado pela mordida de um tigre, durante visita ao zoológico de Cascavel. A justiça entendeu, em sentença dada nesta sexta-feira (29), que o pai que acompanhava o filho na visita teve culpa no acidente. Marcos do Carmo Rocha foi condenado a 3 anos de reclusão. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse PlayPlus.com