JR na TV Pesquisa brasileira pode abrir caminho para possível cura da Aids

Pesquisa brasileira pode abrir caminho para possível cura da Aids

Um paciente de 35 anos abriu caminho para uma possível cura da Aids. Praticamente oito anos depois de ter contraído o vírus, ele não apresenta sinais da doença há 17 meses, após ter tomado um coquetel de medicamentos. O homem faz parte de uma pesquisa brasileira liderada pela Unifesp sob o comando do Dr. Ricardo Diaz e pela pesquisadora Leila Giron.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda esta versão que é exclusiva para o digital.

Últimas