Pesquisadores da UFBA mostram que coronavírus se modificou após chegar ao Brasil

Os pesquisadores da Universidade Federal da Bahia levaram cerca de uma semana para analisar o sequenciamento genético do vírus e perceberam que ele já reúne características próprias, brasileiras, diferentes das encontradas na Ásia e na Europa. Esse fato, porém, não indica que o vírus que circula por aqui seja mais agressivo ou mais brando. Nesse primeiro momento, o objetivo é mapear essas mudanças para facilitar a produção de vacinas.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.