Polícia de São Paulo identifica homem que teria ateado fogo em morador de rua

Os policiais já chegaram a um suspeito da morte de Carlos da Silva, de 39 anos. Ele também é morador de rua, vivia no bairro e desapareceu logo depois do crime. O delegado pediu a prisão temporária do homem por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.