JR na TV Polícia Federal faz operações para combater fraudes no auxílio emergencial

Polícia Federal faz operações para combater fraudes no auxílio emergencial

A investigação aponta prejuízo inicial de R$ 600 mil a mais de 350 famílias

Os criminosos fizeram um programa de computador que gerava números de CPF e depois os testava no sistema da Caixa Econômica Federal. O esquema identificava os CPFs de pessoas que tinham direito, mas ainda não haviam solicitado o auxílio emergencial ou ainda não haviam sacado o dinheiro. Quando os números dos CPFs criados pelo software batiam com os dos beneficiários, eles criavam ou invadiam as contas já existentes. Por meio de boletos gerados em sites de pagamentos, o dinheiro ia parar nas contas bancárias de pessoas da quadrilha. A investigação aponta prejuízo inicial de R$ 600 mil a mais de 350 famílias.

Últimas